sábado, dezembro 16, 2006

“a Menina que vê mais longe”...

"Lá nos encontrámos uma vez mais..."
Assim começa mais uma bela história da minha vida. é a história de mais um encontro que me marcou.
Fui para celebrar o natal com elas, sabia que alguém queria conversar comigo antes e celebrar o encontro com o "Deus esbanjador de misericórdia" no sacramento da reconciliação. Assim aconteceu.
Começou a festa: jantar melhorado, sinais exteriores de festa, grande algazarra na casa...foi então que depois disto subimos à sala de cima, e não é uma metáfora bíblica para aludir á ultima ceia, foi assim de facto. Subimos para no piso superior celebrarmos a eucaristia, o encontro com o Deus da simplicidade, da ternura, com o Deus-Connosco.
ela entrou, discreta como sempre...fixei nela o olhar...algo se passava...mais do que estar triste ela tinha a tristeza no olhar, o peso dos dias ou noites mal dormidas e mal amadas, trazia no olhar a marca da cruz e da dor, um olhar triste e perturbado, inquieto...distraído e confuso! Assim estava "a menina dos olhos tristes" (vamos chamar-lhe assim!).
no fim da eucaristia prendas para todos, oferta da casa. todas começavam a sair e eu chamei-a pelo nome: "..., podes chegar aqui!". por momentos senti que ela paralisou...talvez para ela tenha parado o mundo...ou se calhar talvez agora ele tivesse começado a girar...
Disse-lhe: "estou aqui! se quiseres falar sobre os teus olhos tristes...estou disponível para te ouvir", e acrescentei: "lembras-te do livro que te prometi? trouxe-o comigo, chama-se "o caminho da imperfeição", é a tua prenda de Natal”.
Naquele momento senti, embora a medo, que ela se tornou um barco que levantou a âncora e agora queria começar uma viagem: não para longe ou perto, mas para dentro"...lá nos sentámos...falámos muitos (eu procurei sobretudo ouvir!).
Ela estava um pouco atrapalhada pois não sabia bem se tratar-me por “tu” se por “sr. Padre”, no meio da confusão lá decidimos que o “sr.” É outro e que eu não sou mais do que um irmão, daí que o tu seja o mais acertado!
Entre alguns desânimos, algumas angústias e medos, lá fomos lendo o livro da vida...disse-me que já nem tinha força para chorar...que para ela já não havia solução...estranhamente quando falava das coisas simples e belas, das histórias de cumplicidade e de ousadia, esboçou um sorriso, mais adiante outros... chorou também breves lágrimas, pouco mais que duas, enquanto partilhava o vazio, o medo,...no final de tudo dei-lhe então um abraço demorado e terno, disse-lhe que estava disposto a fazer caminho com ela...e a “menina dos olhos triste”, com um ar confiante de uma “criança que começa a dar os primeiros passos” lá me disse: “vamos tentar! Vou tentar!”. Cá fora já alguém nos esperava. No frio da noite (ou melhor, do dia que já tinha começado há algum tempo!) ela foi descansar e eu lá me enfiei no carro a caminho de casa. Eu estava radiante, Feliz!
Enquanto viajava rezei, cantei também(só um louco é que faz isto!!!), e percebi como sou cada vez mais feliz por, na minha pobreza e simplicidade, dar tempo e coração à escuta.
Com a “Menina dos olhos tristes” apanhei uma vez mais um “banho” de humildade... A menina dos olhos tristes ensinou-me a ser pequenino, aprendi com ela a estar mais atento aos dramas de quem tendo tudo se sente nada...aprendi sobretudo a deixar-me surpreender por este Deus que habita no coração dos homens e mulheres que ele vai colocando no meu caminho.
A “menina dos olhos tristes” tem agora um outro brilho no olhar: a esperança de quem sente e sabe que não está só! Desde esse dia que a “baptizei” como “a Menina que vê mais longe”...é assim que carinhosamente irei tratá-la e acompanhá-la!

13 comentários:

elsa nyny disse...

Amigo!!!
Adorei este post, do príncipio ao fim..é que me vi em parte retratada nele, descreveste tudo na perfeição, e houve um pormenor muito importante - o estar atento! - aos olhares dos outros (que tanta vez imploram!)!
Parabéns!!! Ah! e não penses que és louco! Tomara o mundo estar cheio de "loucos" como tu!!!
tenho que te dizer: - Temos padre!!!!
Muita força para ti!

Beijinhos!!!!

markituz disse...

o luis q eu conheci no cf é o mesmo q escreve estas coisas?
não duvido...
és mesmo um padre fantástico!
apartir de hoje vou vir assiduamente aqui! no coração de Deus!!
que Deus te continue a dar toda essa força maravilhosa
um abraço
marcos afonso

Joaquim disse...

Ah, Padre, Padre!
Foste instrumento de Deus, na entrega aos outros, na entrega à "menina dos olhos tristes".
"Vamos tentar, vou tentar"!
Como ela precisa de Cristo em ti!
Como é bom sentirmos que Ele nos chama a servir os outros, deixando que Ele seja em nós.`
És louco porque cantas?
Então também o sou, porque canto muitas vezes sozinho ao meu Deus e Senhor.
Ah Padre, Padre, agora sabes, se não sabias antes, o que é ser pai.
Obrigado pela tua humildade, pela tua entrega, por deixares que Deus fale em ti.
Abraço em Cristo
Joaquim

Anónimo disse...

Lindo,

as tuas palavras emocionaram-me, mas mais que isso, foram os sentimentos que elas transmitiam...
fizeram-me rezar para que também eu fosse capaz de ler o livro da vida e também eu fosse capaz de estar atenta a esses olhares e ao meu olhar também... e questiono-me com que olhar vou vendo este mundo? com que olhar me vou olhando?
E dou graças por ter um amigo como tu, que me desperta a viver as bençãos deste Pai que tanto nos quer, nas coisas mais simples, na humildade.
E continuo a rezar e rezo também pela "Menina que vê mais longe", e por todos nós para que nos possamos libertar das correntes, soltar as amarras e partir... quem sabe, partir cantando?! ;)

Abraço Fraterno
Pequenina

Maria João disse...

A vida vale mais quando damos atenção aos outros. Não se tem apenas fome de comida, mas também de afecto e de um olhar.

E, já agora, sê muito, muito louco!

Um abraço em Cristo

Maria João disse...

Um Natal muito feliz para ti e para os teus. Que o Menino Jesus vos ilumine e que vivam com Deus em tudo e sempre, ou seja, com muito amor.

Ver para crer disse...

Linda lição de amor!
Já te pus na listagem dos que são pela vida!
Bom natal para ti e para todos os teus.

pedro aurelio disse...

Olá bom dia.
Venho passando por aqui para desejar um rico Natal e um Prospero Ano Novo,
Com muitas bênçãos do nosso Sr. Jesus Cristo.

Desde já me despeço de ti, e desejo muitas felicidades.

Caro Irmão será que me pode adicionar no seu blog o meu link para que o meu blog possa cada vez ser mais visto.
Será que posso link o querido Irmão no meu.

Felizes Natal
E
Bom Ano 2007.

Cata CF1000 disse...

Mais um dia que passo por aqui para dar uma espreitadela e me emocionei...

Quero desejar um Feliz Natal e que seja passado num Amor profundo...

um beijo fraterno

gota de chuva disse...

Gosto muito de todos estes pedaços de histórias da vida...esta noite queria apenas desejar um Natal muito feliz :)

anawîm disse...

Bendito seja Deus... ao colocar no caminho da humanidade olhares atentos aos olhares tristes, sequiosos de uma palavra, de uma escuta,
...de um abraço tranquilizador,
imagem ténue do abraço desse Deus-Todo-Amor.

Joana Cardoso disse...

Esta história faz-m pensar em como por vezes sou egoísta. Nas depois ao terminar de ler com atenção, sinto 1 sentimento de esperança de uma vida melhor.
E é isso que desde o c.f. 1000, tento pôr em prática:dar valor ás pequenas coisas e viver cada dia ao máximo.
E que 2007 seja um ano propicio para professar esse dom, que é o amor de Deus!
beijinhos!

pedro aurelio disse...

Ano Novo

Olá boa noite.
Venho passando por aqui para desejar um rico Ano Novo,
Com muitas bênçãos do nosso Sr. Jesus Cristo.
E que este ano que vai entrar traga mais bênçãos do Sr., Jesus do que do ano 2006

Desde já me despeço de ti, e desejo muitas felicidades.

Caro Irmão será que me pode adicionar no seu blog o meu link para que o meu blog possa cada vez ser mais visto.
Será que posso link o querido Irmão no meu.

E
Bom Ano 2007.