terça-feira, outubro 21, 2008

Liberdade?...Indignação!

O direito à indignação, plenamente confirmado na lei pelas conveniências de tantos politicos pseudo-paladinos da liberdade, não pode ser invocado apenas e só quando isso nos dá jeito...
muito menos quando alguns acirradores de massas, populistas, querem, sob a capa da dita democracia moderna/liberal, defender o respeito e a igualItálicodade entre todos os cidadãos.
Serve este introito para trazer a este espaço, de liberdade, mas também de anuncio do evangelho, uma questão à qual não podemos ficar indiferentes.
O nosso ser cristãos não se resume á sacristia, algumas delas bafientas, o evangelho que recebemos e que somos enviados a anunciar, é o evangelho que há-de ser celebrado constantemente entre o altar e a praça, num jubileu permanente de quem "vai e põe o evangelho na sua vida!". Daí que brincadeiras, ou melhor, ofensas de mal gosto, fedorentas, como aquela a que muitos certamente assistiram no último domingo, merecem-me, e merecem-nos, aos cristãos conscientes da sua fé, esclarecida, bem formada e comprometida, o repúdio por brincadeiras de mau gosto como esta.
A liberdade não significa fazer e dizer o que me apetece. A liberdade é "livre" quando é Responsável e quando é capaz de respeitar as diferentes correntes de pensamento, as diversas confissões religiosas (ou a dita lei da liberdade religiosa só nos convêm quando é para atacar a Igreja católica?).
Parece-me estranho que, quase com efeito analgésico, fiquemos "a dormir" diante de uma graçola-ofensa de mau gosto para com o Mistério e com Aquele a quem adoramos como o Deus vivo e Verdadeiro: Jesus Cristo!
Somos cristãos muitos amedrontados com "o que é que os outros irão pensar se eu disser isto... não parecerá antiquado?!". O direito à indignação é evangélico! Diante do desfigurar do homem e de Deus, o Mestre, foi o primeiro a insurgir-se. e eu? e Tu?...
Ao contrário do que eles tentam dizer(-nos) e convencer(-nos) pela rádio:
"Eu Não sou burro e Não gosto do zé carlos!"

1 comentário:

Pequena irmã em Cristo disse...

† Viva Jesus!

Meu Padre, é triste, muito triste... Uma ofensa «ao Mistério», e, se é que me é permitido dizer: um sacrilégio... uma acção do maligno... É chocante... Fere a alma porque é uma ofensa ao Criador e Senhor do Universo e a nós que somos Seus Filhos e que O amamos e adoramos; e também porque vemos o quanto "cegos" estão todos os que se tornaram instrumentos de tal acção... Foram longe de mais...

Rezemos! E reparemos… Não só com a oração (recolhida) mas na «vida», com palavras, gestos e atitudes.

Abraço em Cristo e Maria!