terça-feira, setembro 26, 2006

"PADRES NOSSOS"...

Partilho convosco um caminho conjunto que tenho percorrido com alguns Irmãos meus e que me tem ajudado muito a crescer na simplicidade, na alegria, na serenidade. é o grupo dos "Padres nossos".
Não, não é um grupo de beatas que se junta no adro da Igreja para cortar na casaca a quem sai da missa ou a quem nem sequer lá pôs os pés!
Falo de um grupo que existe desde 27 Março 2006 (acabou de nascer!) contudo, ontem foi dia de "baptismo"(Um nome confere sempre identidade!!!).
O nosso JPV, que como sempre é um poço de alegria, com a sua espontaneidade e naturalidade baptizou este grupo de "padres nossos". provavelmente podes perguntar-te: "mas o que é isso então? Alguma seita nova?". Nada disso!
Os "Padres nossos" não são mais do que um pequeno grupo de padres(mais concretamente 10) que mensalmente se reúnem para rezar, fazer revisão de vida e crescer no aprofundamento da sua identidade e missão como padres.
Num tempo em que a voragem do tempo nos arrasta para a superficialidade, para a aparência, para o caminhar sem metas, para a correria...é fundamental parar! parar para retemperar forças, parar para serenar e escutar, parar para perceber que "quem cresce sozinho não cresce, isola-se!".
Ontem foi dia de reflectirmos a nossa relação com a Palavra e com a Reconciliação.
Foi tempo para rezarmos e percebermos que não somos "papagaios" que debitam umas coisas para outros fazerem, devemos ser em primeiro aqueles que escutam a Palavra, que a meditam e a vivem...
Somos peregrinos e por isso também nós somos visistados pela tentação do desânimo, da superficialidade, do "profissionalismo"...daí a provocação de Deus e nos deixarmos envolver pela sua misericórdia, pela sua ternura, pelo seu afecto.
deixo aqui as palavras que escrevi enquanto rezava com eles e por eles:
"Ò Deus da minha fragilidade,
Deus Belo e Santo.
Quiseste reunir-nos neste dia em redor de Ti,
converte-nos ao Teu amor,
à Tua vida, à Tua santidade
e torna-nos transparência da Tua beleza e salvação.
Ò Deus da minha debilidade
Sê o nosso refúgio e a noss aforça
Sê para nós...
Sê em nós a alegria e a paz, a ternura e a beleza,
para que a nossa vida seja cada vez mais
um sinal resplandecente de que
Sem Ti nada podemos fazer. Ámen"

7 comentários:

nahar disse...

Bonita a oração que brota do teu coração

abraço amigo

Eremita disse...

Numa vida tão stressante como a nossa,há que arranjar tempo para manter o equlibrío na mente e no espírito,em cada gesto,silêncio,praticados com amor já são uma oração ao Nosso Pai.

Sininho disse...

Rezei também

MC disse...

gostei da iniciativa...

Zé Maria Brito,sj disse...

obrigado pela partilha tao sincera!
abraço forte

Migalhas disse...

boa iniciativa, meu irmão mais novo

Monica disse...

Já não te bastava "Améns" e Aleluias! ;) Brincadeirinha...
É maravilhoso podermos chamar-lhe Pai...
O sentido de PAI NOSSO que ama, acolhe e abraça em cada momento aquele que se entrega...
Peço ao Pai tão simplesmente que vos abrace, assim bem apertado, em cada momento porque distribuir alegria, disponibilidade e amor é algo muitissimo especial... merece mts abraços!