terça-feira, abril 17, 2007

aos Tomés deste tempo...

Quero ver-Te, escutar-Te...
simplesmente tocar-te como todos os Tomés deste tempo.
No meio da solidão ou da angústia,
no meio do desespero da noite
que parece prolongar-se mais que o tempo
e não dar lugar à aurora,
quero-Te...
mas,...nem sei bem o que dizer-Te!?
Às vezes, meio aturdido,
gostava de dizer-Te tanta coisa,
falar-Te dos dias felizes,
das noites com estrelas,
dos sonhos que gravitam a mente e me impelem
a fazer do presente um tempo de sementeira abundante,
na certeza de que o futuro vem...
e eu sou este viandante que me deixo encontrar.
Outras vezes há
em que nada tenho para Te dizer...
faltam as palavras, o tempo,
a vontade e o coração...
Tu não faltas...mas falto eu!
é entre o acidental e o essencial
que vou caminhando paulatinamente,
na certeza serena
de que a noite terá sempre estrelas
e Tu continuarás a brilhar...
é por isso que com os Tomés deste tempo
eu aprendo a "ver-Te sem Te ver"
e a amar-Te sabendo que estás aqui!...

5 comentários:

Carolina Costa disse...

este texto lembra'me tantos mementos, faz'me pensar em tanta coisa.. gostei imenso !

um beijo *

Fora-da-lei disse...

Aquele que sonda todos os corações sabe daquilo que o nosso coração anseia.
Gostamos de ser como Tomé,mas não é necessário.Os sinais do Amor d'Ele continuam bem vivos no meio daqueles que acreditam.
Gostei da oração e da pintura de Caravaggio(aprecio imenso os quadros dele).
Bom tempo pascal

Maria João disse...

Todos temos um pouco de Tomé de vez em quando. Mas acredito que Deus está sempre a dar-nos sinais. Nós é que nem sempre estamos atentos...

Tonito disse...

Realmente nem sempre temos palavras para Lhe dizer. Nem sempre temos disposição para nos encontrarmos com Ele. E tanta tanta coisa que poderíamos dizer... tudo coisas que nos afastam de Deus.

Mas é tão bom saber que na medida em que Ele é apenas AMOR e não é mais se não AMOR... esse amor trasporta-se, dirige-se para nós de uma maneira tão grata que... mesmo que não tenhamos cabeça para ouvir o Seu nome... a Sua mão, o Seu AMOR acompanha-nos sempre.

E ter apenas consciência deste facto... ter um Deus que nos AMA simplesmente porque nos quer AMAR, independentemente daquilo que somos e que fazemos... é motivo mais que suficiente para nós alterarmos algo no nosso dia a dia.

É simplesmente maravilhoso ter um Deus assim.

SHALOM

Maria disse...

Somos todos um pouco Tomés - mas não O vimos.
Somos todos 'Filhos Pródigos' e 'Filhos mais Velhos': Somos inexoravelmente Luz e sombra.

Sou a padeiradealjubarrota porque o meu blog é de crítica social. Aqui serei:
Maria (é mais doce)