sexta-feira, novembro 13, 2009

Descalça-Te...

Fica a partilha de um pequeno texto-oração que escrevi há dias iluminado pela meditação feita a partir do Livro do Êxodo Capítulos 3 e 4

Descalça as sandálias…
Toca o chão de Deus,
Deixa que o teu coração palpite
e se desassossegue.

Descalça as sandálias…
Toca o chão dos homens,
deixa que teus pés se firam,
que as suas misérias não colham em ti
o fruto da indiferença,
que os seus anseios não tenham em ti
simplesmente o retorno de um eco vazio e estéril.

Descalça as sandálias…
bebe em cada passo
o amargo cálice da paixão do mundo
contempla cada rosto
vês neles o futuro?

Descalça as sandálias…
Serás profeta,
guia e pastor
do pequeno rebanho.

Descalça as sandálias…
Para rasgares horizontes de eternidade
a cada passo dado,
a cada abraço partilhado,
a cada fardo aliviado.

Descalça as sandálias…
pisas o chão de Deus.
Prostra-te,
Adora-O,
Ele está aqui
Neste fogo eterno
Que aquece sem consumir…
Escutas a sua voz?...

2 comentários:

Obidense disse...

ola sr.padre ja tinha vindo varias vezes aqui mas hoje deu-me vontade de escrever um comentario a este poema tao bonito escrito por si.que saiba sempre seguir com a sua nobre missao de anunciar o mestre dos mestres, eo senhor de todos os senhores,ao povo que anda perdido pelo mumdo sem saber de nada e sem perceber que o mestre nos ama sempre , e a todo o momento bem aja e bem ajam todos os sacerdotes neste ano a vos dedicado , nao baixem nunca os vossos bracos se nao esta humanidade nunca se salvara , tudo de bom para si.

débora disse...

E que bem que sabe "tirar as sandálias, tocar o chão de Deus e deixar o coração a palpitar, desassossegado"...

Dá uma vontade enorme de me calçar outra vez, pegar na mochila e partir com Ele...! xD

Abraços.