quinta-feira, março 04, 2010

aprender a ler...

Aprender a ler é uma arte (das mais nobres)
foi assim connosco, desde pequenos,
primeiro o silêncio ensinou-nos a ler "Escutando"...
veio depois o tempo da ousadia que nos ensinou a ler "repetindo" (sons que nos pareciam em tudo iguais ao que ouviamos e nem sempre eram, mas deram boas risadas aos nossos pais e amigos!)
mais tarde veio o tempo de outras leituras, mais fundas e profundas, o tempo de "prescrutar", isto é, de ler por dentro vendo, escutando e com delicadeza ir decifrando
esse outro mundo que nos habita
e que habita cada um...
esta arte pede silêncio
para se poder pisar um terreno vulnerável, frágil, que é o do coração humano,
de uma inteligência e vontade em Deus e com Ele (para quem é Cristão!).
aqui estou sempre a aprender(-me) e a surpreender(-me)
nunca sei demais e tenho a sensação que sei sempre a menos...

e para uma leitura tão profunda, que é séria sem ser sisuda,
não basta a vida toda...só com uma "vida maior" se pode aprender,
e diante da cruz, sim,
do livro da Vida que ali está exposto diante dos nossos olhos,
percebo melhor quem sou e o que estou chamado a ser
sem me aninhar ou entristecer,
sem fugir ou amedrontar,
aprendo N'Ele e com Ele
que ganhar a vida é perdê-la...(sim, é uma loucura...de Amor!)

o que me obriga a prosseguir a viagem interior
de ler por dentro para decifrar os sinais
daquele que não veio cá...está cá!

e tu como andas a ler(-te)?...

4 comentários:

Zélia disse...

"...só com uma "vida maior" se pode aprender,
e diante da cruz, sim,
do livro da Vida que ali está exposto diante dos nossos olhos,
percebo melhor quem sou e o que estou chamado a ser
sem me aninhar ou entristecer,
sem fugir ou amedrontar,
aprendo N'Ele e com Ele
que ganhar a vida é perdê-la..."


Penso que isto diz tudo...

Eu quero perder todos os minutos um bocadinho da minha vida.... é isto que vida espera de mim é isto que eu espero da vida.

Fica bem mano-padre

obrigada pelo sua partilha

zélia

pontodeluz disse...

Um texto simplesmente... FANTÁSTICO!!!
Isto de ler e ser lido é bastante engraçado :P
Só faltou um pormenor.
A forma como lemos:
Umas vezes lemos alto, outras vezes lemos para dentro.
Umas vezes lemos depressa, outras vezes lemos bem devagar.
e eu... Bem, eu adoro quando lê alto. E me apercebo que afinal, há situações que as lê da mesma forma que eu ;)
Obrigada por me ir ensinando a ler não só livros, mas também as pessoas... e a vida. Afinal ela tem tantos pontos e virgulas.
Porque nem sempre o mais importante é ir mais longe, mas é antes ir mais fundo :)

Beijocas
Margarida

joaquim disse...

Belíssimo e profundo texto!

Ao mesmo tempo que o lia vinha ao meu pensamento uma realidade à qual nós somos tão permeáveis:
É que "lemos" com tanto "empenho" os outros e temos tantas dificuldades em nos "lermos" a nós!

Abraço amigo em Cristo

Anónimo disse...

Ler...
É conhecer, quem escreve.
As palavras traduzem tantas realidades e verdades. À que aprender as destrinçar as correias, do medo e da insegurança, que as cercam. Ir Mais Além...
Ler nas inter-linhas nas inter-palavras, aí está toda a piada.
Um Abraço. Até uma outra vez;)