domingo, junho 27, 2010

6 anos depois...o mesmo SIM!

Junho 2004, 16h - Sé Nova de Coimbra...

Na hora de fazer memória deste amor com que Deus sempre me quis tenho naturalmente de cantar de alegria e gratidão a Deus pelo dom da minha família, da minha vida, da fé que Ele me concedeu, de todos os que activa ou silenciosamente contribuiram para que eu pudesse perceber que o Mestre me chamava.

Como as palavras são sempre poucas para expressar o que só o silêncio sabe dizer, aqui fica a prece de quem com humildade se coloca diante de Deus Trindade e procura com simplicidade ser "Todo em Deus, Todo com Deus, Tudo por Deus":

Senhor…
Dá-me pés de barro, para que,
quando vierem terrenos pedregosos,
eu sinta que só Tu és a força e o caminho…
Dá-me um olhar cristalino,
para que possa ver-Te sempre presente
em cada rosto desfigurado, marginalizado,…
Dá-me mãos abertas para acolher
todos os que são abandonados,
vivem na solidão,…
Dá-me um coração de carne para amar sem medida,
sempre…
Dá-me coragem para denunciar a mentira,
Humildade para assumir os meus erros,
Humor para rir das minhas asneiras,
E, quando no fim,
como grão de trigo eu cair à terra,
a minha Fidelidade e Felicidade,
nesta entrega total a Ti,
Façam germinar Homens e Mulheres
loucamente apaixonados
pelo anúncio do Teu Evangelho.
Ámen

5 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns Luís, amigo-irmão-padre.
Hoje, louvo ainda mais o nosso Bom Deus pelo Dom da tua vocação.
Um abraço-comunhão
Guida Oliveira

pontodeluz disse...

Diz que foi há seis anos...
Bem quanto a mim acho que só Lhe posso agradecer o teu sim!!
Que realmente faz "germinar Homens e Mulheres loucamente apaixonados
pelo anúncio do Teu Evangelho. Ámen"

Uma grande beijoca :)

O.H. disse...

Também lá estive!
Lá rezei e pedi a Deus, que fortaleça os jovens presbíteros e lhes dê sabedoria para anunciarem com verdade o Evangelho e não vacilarem perante o sofrimento, a solidão, a maldade...
Admiro a humildade de como se coloca nas mãos de Deus "que sempre o quis" e de como com "o silêncio lê" tão profundamente! Que Deus seja sempre a Plenitude do seu ser e continue a testemunhar este Deus Amor, tão próximo dos Homens!

Anónimo disse...

sr.padre gosto muito dos seus escritos demonstra uma grande sensiblidade .quando se serveo Senhor com toda a dignidade e amor e se sempre feliz , muitos parabens e que va continuando a evangelizar por aqui que eu sempre que posso vou lendo e comentando o que vai escrevendo.

Emilia disse...

SR.Padre a sua oração é lindissima.