quarta-feira, fevereiro 21, 2007

Quinta-feira depois das cinzas

Jesus disse:
Se alguém quer seguir-me, renuncie a si mesmo,
tome cada dia a sua cruz e siga-me.
(cf. Lc 9,18-24)

Ser discípulo de Cristo supõe empenhamento e é exigente, como recorda o próprio Jesus no trecho evangélico: «Se alguém quiser seguir-Me, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-Me» (Mt 16, 24). Renunciar a si mesmo e aceitar a cruz significa morrer para o orgulho pessoal e confiar totalmente em Deus, vivendo como Cristo na dedicação total ao Pai e aos irmãos.
São Paulo, ao escrever aos cristãos de Roma faz eco ao ensinamento de Jesus, exortando-os a não se conformarem com a mentalidade do mundo, mas antes a oferecerem toda a sua existência em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus (cf. Rm 12, 1-2). O seguimento de Cristo requer um itinerário assinalado muitas vezes por incompreensões e sofrimentos. Ninguém se iluda: hoje, como ontem, ser cristão significa ir contra a corrente em relação à mentalidade deste mundo, procurando não o próprio interesse e o louvor dos homens, mas unicamente a vontade de Deus e o verdadeiro bem do próximo.

(João Paulo II, Angelus 29 Agosto 1999)


? dá(r) que pensar...

Ser Cristão pode significar em muitas circunstâncias “ir contra a corrente”.
Que significa para mim carregar a cruz de todos os dias?
E eu, carrego a minha cruz ou arrasto-a?...

Pão para o Caminho...


Senhor,
Hoje venho a Ti,
Não para te dizer muitas coisas,
Mas para estar contigo no silêncio de um coração agradecido.
Bem sabes como às vezes é difícil carregar a cruz de todos os dias...
Quantas vezes me apeteceu deixá-la...encurtá-la...
ou até colocá-la aos ombros dos outros.
É por isso também que estou aqui:
Quero pedir-te perdão por todas essas vezes em que não deixei que o teu amor fosse a minha força
E quero dar-Te graças por não teres desistido de mim,
E por, na fidelidade de todos os dias,
Me repetires ao meu coração:
“Se queres ser feliz...se queres ser meu discípulo...coloca nos teus ombros a cruz e segue-Me!”.
Eis-me aqui Senhor
para seguir-Te até ao calvário
Pois só assim poderei ressuscitar contigo.

1 comentário:

conta disse...

obrigada por estas palavras, neste dia, são para mim